quinta-feira, 28 de fevereiro de 2013

Bento XVI se despede hoje do pontificado


O papa Bento XVI, de 85 anos, deixa hoje (28) às 20h (16h em Brasília) o pontificado, depois de quase oito anos. A partir desse horário começa o chamado o período de sede vacante (sem papa). Ao longo do dia, Bento XVI tem uma série de atividades, mas não está programada solenidade pública. Ontem (27) foi a última vez que ele participou de uma audiência geral, circulou no papamóvel, acenou para os fiéis, beijou crianças e enviou mensagem justificando a renúncia.
“Dei esse passo em plena consciência da sua gravidade e novidade”, ressaltou o papa, sendo aplaudido de pé por cardeais e bispos, além do público presente à Praça São Pedro.“Ter coragem de fazer escolhas difíceis é ter sempre dentro de si o bem da Igreja”, acrescentou.
  
Na manhã de hoje, Bento XVI participa de uma cerimônia de despedida com os cardeais em uma sala do Palácio Apostólico, sua residência oficial. Dos cinco cardeais brasileiros que participarão do conclave (quando se elege o sucessor de Bento XVI), alguns já estão no Vaticano.

Às 15h, o papa deixará o Palácio Apostólico em um helicóptero em direção a Castel Gandolfo, que é a residência de verão dos papas, localizada a cerca de 30 quilômetros do Vaticano. Em maio, provavelmente, quando a reforma estiver concluída, Bento XVI passará a morar no Mosteiro Mater Ecclesia, na região do Vaticano.
Na última audiência geral como papa, Bento XVI disse que suas “forças tinham diminuído” nos últimos meses. Acrescentou que um papa nunca “está sozinho” e agradeceu a cada um que o apoiou. O papa pediu ainda que sejam feitas orações para o seu sucessor e os cardeais que participarão do conclave, quando será escolhido o próximo pontífice.
Bento XVI foi um dos cardeais mais velhos eleito papa e assumiu o pontificado em 19 de abril de 2005, sucedendo a João Paulo II, que esteve no comando da Igreja Católica Apostólica Romana por 31 anos. Ontem, ele reconheceu que ao ser escolhido papa sentiu um “peso sobre os ombros”. Na ocasião, contou ter feito a seguinte oração: “Senhor, por que me pedes isso? É um peso grande sobre os ombros, aceitarei apesar de todas as minhas fraquezas”.
fonte: Agência Brasil

Leia mais...

Câmara acaba com pagamento do 14º e 15º salários de parlamentares


A Câmara dos Deputados aprovou, há pouco, por unanimidade, projeto de decreto legislativo que acaba com a chamada ajuda de custo para os parlamentares no início e no final de cada ano, conhecido como décimo quarto e décimo quinto salários dos deputados e senadores.  Essa ajuda de custo é equivalente ao valor do subsídio de cada congressista.
Pelo projeto aprovado, o benefício continuará a ser pago apenas no primeiro e no último mês dos mandatos de deputados e senadores, como uma ajuda de custo destinada a compensar despesas com mudança e transporte. De autoria da senadora e hoje  ministra-chefe da Casa Civil Gleisi Hoffman (PT-PR), o projeto já foi aprovado pelo Senado e, com a votação na Câmara, será promulgado pelas mesas diretoras das duas Casas.
Ao discursar no plenário, o deputado federal Newton Cardoso (PMDB-MG) disse que estava votando o projeto com medo da imprensa. Segundo ele é uma deslealdade com os deputados que precisam dessa ajuda, mesmo assim ele votou pelo fim do benefício.
fonte: Agência Brasil

Leia mais...

quarta-feira, 27 de fevereiro de 2013

Anatel quer agilizar cobrança de multas para empresas que não cumprirem regras


A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) está estudando mudanças em seu regimento interno para acelerar o processo administrativo de aplicação de multas às empresas que descumprirem as regras do setor. O objetivo é eliminar uma das etapas do recurso que a empresa pode apresentar ao Conselho Diretor da Anatel.
“Isso vai adiantar bastante o prazo para encerramento do processo administrativo e acelerar o início da cobrança judicial das multas”, disse à Agência Brasil o procurador-geral da Anatel, Victor Cravo. Segundo ele, a mudança deve ser feita ainda neste semestre.
Entre 2000 e 2012, a Anatel aplicou 34,9 mil multas, que somam R$ 2,17 bilhões, mas R$ 1,75 bilhão ainda estão em processo de arrecadação, principalmente por questionamentos judiciais. Do total, R$ 420,9 milhões já foram arrecadados integralmente e R$ 3 milhões foram arrecadados parcialmente. De acordo com o procurador, a maior parte dos valores das multas que estão sendo questionadas na Justiça já foi depositada em juízo e outra parte está garantida por fiança. “Não existem multas sem garantia”, explica.
Cravo admite que o processo de aplicação de multas às empresas ainda é demorado, tanto no âmbito administrativo quanto no Judiciário. Ele explica que nenhuma multa aplicada pela agência deixa de ser paga, porque a empresa é cobrada judicialmente pela Advocacia-Geral da União (AGU) e, se não pagar, fica irregular do ponto de vista fiscal e não pode participar de licitações de radiofrequências nem obter licenças para a instalação de equipamentos.
Para ter sua situação regularizada enquanto o processo é analisado pela Justiça, a empresa tem que depositar o dinheiro da multa em juízo ou apresentar uma fiança bancária que garanta essa cobrança. “Isso faz com que a empresa sinta no bolso o fato de ter infringido a regulamentação da Anatel, porque ela vai ter que dispender um capital para depositar em juízo ou pagar a um banco para que garanta a execução. E isso custa dinheiro à empresa, ou seja, dói no bolso”, avalia Cravo.
Nas duas últimas semanas, a Anatel publicou várias multas à operadora de telefonia Oi, que somam cerca de R$ 40 milhões, por descumprimento de metas de qualidade. A empresa diz que deverá recorrer judicialmente da decisão, mas ressalta que, em muitos casos, a falha pontual que originou a multa já foi reparada a um custo inúmeras vezes inferior ao valor da punição aplicada. A Vivo também foi multada recentemente em R$ 3,9 milhões e explicou que as razões que originaram o processo administrativo já foram superadas.
 
Para o procurador da Anatel, as multas não são uma novidade, mas estão sendo mais divulgadas recentemente. “As multas sempre ocorreram, o que está havendo é um processo salutar de maior transparência da agência, tendo em vista que os processos sancionadores são públicos, então quando a empresa sofre uma multa todo mundo fica sabendo”, avalia Cravo.

fonte: Agência Brasil

Leia mais...

Hospital da Mulher volta a paralisar atendimento


Mais uma vez, o Hospital da Mulher Parteira Maria Correia está atendendo somente a pacientes de urgência e emergência. Um aviso dos médicos afixado na porta de entrada da unidade hospitalar destaca que a decisão foi tomada em assembleia dos profissionais devido ao descumprimento de um acordo por parte da Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap).
Essa é a segunda vez em menos de um mês que os profissionais suspendem o atendimento por conta de pagamentos atrasados. Desde sua inauguração, o Hospital da Mulher protagonizou vários episódios como denúncias contra a Associação Marca, primeira administradora da unidade, e atrasos constantes no pagamento de funcionários e fornecedores.
O Instituto Nacional de Assistência à Saúde e à Educação (Inase), atual administrador do Hospital da Mulher, chegou a externar disposição em rescindir contrato com a Sesap. No entanto, os dois entraram em acordo. Este mês, o Ministério Público protocolou uma Ação Civil Pública postulando a desqualificação do Inase como Organização Social e também pede que o Estado assuma diretamente a unidade hospitalar.
A equipe de reportagem do jornal O Mossoroense foi ao local e não conseguiu falar com a administração da unidade.
Em nota, a Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) esclarece que o atraso do pagamento da parcela referente ao mês de janeiro 2013 ao Inase se deve a questões administrativas e financeiras referentes à administração pública, como a aprovação do Orçamento de 2013 pela Assembleia Legislativa, para viabilizar a abertura do exercício financeiro do Estado.
A Secretaria lembra que as informações e documentos trazidos pelo Ministério Público Estadual do Patrimônio Público, que fundamentou a Ação Civil Pública, gerou um processo administrativo aberto por esta secretaria, para apurar os fatos alegados na esfera administrativa.
A Sesap esclarece ainda que a regularização do pagamento dos prestadores de serviços médicos está sendo providenciada através desta pasta, Controladoria Geral do Estado, Consultoria Geral do Estado e Procuradoria Geral do Estado.
fonte: O Mossoroense

Leia mais...

Governo federal entrega 37 centrais de Libras aos estados e ao DF


A Secretaria de Direitos Humanos entregou ontem (26) 37 centrais de Interpretação de Libras para 24 estados e o Distrito Federal. O objetivo é garantir atendimento de qualidade a pessoas com deficiência auditiva por meio de serviços de tradução e interpretação, além de facilitar o acesso a serviços públicos.
De acordo com o secretário nacional dos Direitos da Pessoa com Deficiência, Antonio José Ferreira, cada central conta com computadores, serviço de comunicação por imagem e som, equipamento de telefonia e um veículo para atendimento in loco(no local).
“A central faz o atendimento virtual, por meio de chat de comunicação, em que o intérprete se comuncia com o surdo a distância, e também agenda atendimentos em saúde, como consultas médicas, atendimento jurídico e alguns serviços como o bancário”, explicou.
A expectativa é que todas as 37 centrais estejam em funcionamento em um prazo de 120 dias. “Os estados têm toda a liberdade para fazer arranjos locais com os municípios, com as universidades, para pôr as centrais em funcionamento. O governo federal vai fazer o monitoramento e o acompanhamento dessas ações para ver se, de fato, estão atendendo os objetivos”, completou.
Para o próximo ano, mais 27 centrais devem ser entregues –  uma para cada estado. A  ministra da Secretaria de Direitos Humanos, Maria do Rosário, lembrou que a iniciativa faz parte do Plano Viver sem Limite, lançado em 2011. “Acessibilidade é fundamental, é a retirada das barreiras. E as centrais de Libras são uma forma de retirarmos a barreira da comunicação que atinge a pessoa surda.”
fonte: Agencia Brasil

Leia mais...

sexta-feira, 22 de fevereiro de 2013

Dívida Pública Federal pode alcançar até R$ 2,24 trilhões em 2013


Depois de superar a barreira de R$ 2 trilhões em dezembro, a Dívida Pública Federal (DPF) deverá encerrar o ano numa faixa entre R$ 2,1 trilhões e R$ 2,24 trilhões. Os números foram divulgados ontem (21) pelo Tesouro Nacional, que apresentou o Plano Anual de Financiamento (PAF) da dívida pública em 2013.
De acordo com o PAF, que apresenta metas para a dívida pública para este ano, o governo pretende continuar a melhorar a composição da DPF em 2013, ampliando a fatia de títulos prefixados (com taxas de juros fixas e definidas antecipadamente) e vinculados à inflação e diminuindo a parcela corrigida por taxas flutuantes como a Selic (juros básicos da economia) e pelo câmbio.
Segundo o documento, a fatia dos títulos prefixados deverá encerrar o ano entre 41% e 45% da DPF. Atualmente, a participação está em 40%. A parcela corrigida por índices de preços deverá ficar entre 34% e 37%. Hoje, está em 33,9%.
A parcela da DPF vinculada a taxas flutuantes deverá cair de 21,7%, registrado atualmente, para uma faixa entre 14% e 19%. Já a participação da dívida corrigida pelo câmbio, considerando a dívida pública externa, deverá encerrar 2013 entre 3% e 5%. O percentual atual está em 4,4%. Os números não levam em conta as operações de compra e venda de dólares no mercado futuro pelo Banco Central, que interferem no resultado.
Em 2012, a DPF registrou a melhor composição da história. A queda da participação de títulos corrigidos por taxas flutuantes foi possível porque o governo fez duas operações de trocas de papéis que reduziram a exposição da dívida à taxa Selic.
Essas operações reduziram o risco da dívida pública, porque os títulos vinculados à Selic pressionam o endividamento do governo quando os juros sobem. Caso o Banco Central reajuste os juros básicos, a parte da dívida interna corrigida pela Selic aumenta imediatamente. A taxa de juros dos papéis prefixados é definida no momento da emissão e não varia ao longo do tempo. Desta forma, o Tesouro sabe exatamente quanto pagará de juros daqui a vários anos, quando os papéis vencerem e os investidores tiverem de ser reembolsados.
O Plano Anual de Financiamento também prevê que o governo tentará aumentar o prazo da DPF. No fim de 2012, o prazo médio ficou em quatro anos. O PAF estipulou que ficará entre 4,1 anos e 4,3 anos no fim de dezembro. O Tesouro divulga as estimativas em anos, não em meses. Já a parcela da dívida que vence nos próximos 12 meses encerrará o ano entre 21% e 25%. Atualmente, está em 24,4%.
O documento ressaltou ainda que o Tesouro Nacional possui dois mecanismos de segurança para assegurar a capacidade de financiamento do governo em caso de crise econômica que não permita ao Tesouro lançar títulos no mercado. Em primeiro lugar, o Tesouro tem um colchão de R$ 9,7 bilhões de compras antecipadas de dólares, suficiente para pagar 61% da dívida externa a vencer até 2015. Além disso, o governo tem reservas em caixa para cobrir cerca de cinco meses de vencimentos da DPF.
Por meio da dívida pública, o Tesouro Nacional emite títulos e pega dinheiro emprestado dos investidores para honrar compromissos. Em troca, o governo compromete-se a devolver os recursos com alguma correção, que pode seguir a taxa Selic, a inflação, o câmbio ou ser prefixada.
fonte: Agência Brasil

Leia mais...

Mais de um milhão e meio de pessoas podem ter o título de eleitor cancelado


Mais de 1 milhão e meio de eleitores que não votaram nas últimas três eleições e não justificaram a falta correm o risco de ter o título cancelado. O prazo para regularizar a situação nos cartórios eleitorais vai de 25 de fevereiro a 25 de abril. O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) não enviará qualquer tipo de notificação ao cidadão em relação à situação eleitoral irregular.
A relação de inscrições com risco de serem canceladas já está disponível para consulta nos cartórios eleitorais desde o dia (20). O eleitor também poderá verificar a sua situação no site do TSE a situação eleitoral. No total, os eleitores com pendência perante a Justiça Eleitoral são 1.512.884.
Quem estiver sob risco de ter o título cancelado deverá levar documento original com foto, título de eleitor e comprovantes de eleição, de justificativa e de recolhimento ou dispensa de recolhimento de multa ao cartório eleitoral para regularizar a situação.  A não regularização acarretará o cancelamento do título, que será realizado entre os dias 10 e 12 de maio de 2013.
O estado de São Paulo tem o maior número de eleitores que poderão ter o título cancelado:  372.441. Em seguida, estão Rio de Janeiro, com 145.867, e Bahia, com 132.503. As capitais com menor número de pessoas com risco de cancelamento do título são Goiânia, Aracaju, Maceió, Curitiba e Porto Velho, cidade que não teve nenhum faltoso.
Caso o eleitor tenha deixado de votar no primeiro e segundo turno de uma mesma eleição, serão contabilizadas duas eleições para efeito de cancelamento. Ainda serão contabilizadas também faltas às eleições municipais, eleições suplementares e referendos. Não serão contabilizadas as eleições anuladas por decisão da Justiça.
Eleitores facultativos (menores de 18 anos, maiores de 70 anos e analfabetos) não estarão inclusos na relação de faltosos. Além disso, pessoas com deficiência que impossibilitam o cumprimento das obrigações eleitorais não terão o título cancelado.
Quem tiver o título eleitoral cancelado será impedido de obter passaporte ou carteira de identidade, receber salários de função ou emprego público e obter certos tipos de empréstimos e inscrição. Também haverá restrição para investidura e nomeação em concurso público, renovação de matrícula em estabelecimento de ensino oficial ou fiscalizado pelo governo ou qualquer documento perante repartições diplomáticas a que estiver subordinado.
fonte: Agência Brasil

Leia mais...

Aposentados podem pedir revisão para renda mais benéfica, decide STF


O Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu ontem (21), por 6 votos a 4, que os aposentados podem pedir revisão de benefícios já concedidos para obter renda melhor. A revisão pode ser solicitada desde que o marco temporal esteja entre a data do direito adquirido à aposentadoria e o efetivo momento que ela foi requerida, ainda que nenhuma nova lei tenha sido editada no período.
Os ministros analisaram o caso de um beneficiário que poderia ter se aposentado em 1979, mas que continuou trabalhando até 1980. Segundo cálculos feitos posteriormente, ele descobriu que seria melhor ter se aposentado em 1979 e, por isso, entrou na Justiça pedindo a revisão do benefício (entre 1979 e 1980 não houve qualquer alteração na lei). O aposentado também pedia que o cálculo do melhor benefício fosse pago retroativamente em relação às últimas décadas.
O caso começou a ser julgado pelo STF em 2011, sob a relatoria da então ministra Ellen Gracie. Ela atendeu em parte ao pedido do aposentado, liberando o ajuste da data, mas negando o pagamento retroativo. Hoje, foi acompanhada pelos ministros Teori Zavascki, Luiz Fux, Marco Aurélio Mello, Celso de Mello e Joaquim Barbosa.
A posição da maioria se firmou na tese de que, uma vez adquirido o direito à aposentadoria, ele pode ser desfrutado no período que seja mais benéfico para o cidadão, regra que já existe na legislação desde 1991.  “Não se trata da questão de desaposentação, da pessoa que se aposenta e, em função de fatos supervenientes, novas contribuições, pretende recálculo para incorporar novas contribuições. Aqui a situação é diferente. O que se pretende é exercer um direito que se adquiriu antes de ser exercido”, explicou Teori Zavascki.
Autor do pedido de vista que interrompeu o julgamento em 2011, o ministro Antonio Dias Toffoli hoje votou contra a concessão do pedido do aposentado. Para o ministro, não há qualquer ilegalidade que precise ser sanada e o segurado teve a liberdade de optar pelo melhor momento de se aposentar. 
Toffoli foi seguido pelos ministros Cármen Lúcia, Ricardo Lewandowski e Gilmar Mendes. “Essa decisão joga luz de insegurança sobre o sistema em termos atuariais. Em 2012 estamos discutindo um fenômeno de 1980”, criticou Mendes.
fonte: Agência Brasil

Leia mais...

quarta-feira, 20 de fevereiro de 2013

Servidores estaduais da educação realizarão paradas de advertência nos dias 12 e 13 de março


O Sindicato dos Trabalhadores em Educação Pública do Rio Grande do Norte (Sinte/RN) reuniu seus sindicalizados em assembleia para elaborar a pauta da campanha salarial 2013 da categoria. No total, a pauta de reivindicações lista 31 pontos. No entanto, o coordenador geral do Sinte/RN, Rômulo Arnaud, explica que dois deles são os principais.
"Os dois pontos principais da nossa pauta, são: a reformulação do Plano de Carreira do Magistério e também a implantação do Plano de Carreira dos funcionários. Esses dois pontos não são novos. Isso já vem sendo discutido com o Governo do Estado há alguns anos e pouco se avançou com relação a essas questões. Agora nós vamos levantar essas bandeiras", esclarece Rômulo Arnaud.
A assembleia da categoria ainda teve outras deliberações como dois dias de parada de advertência. "Nós vamos paralisar as atividades nos dias 12 e 13 de março como forma de alertar a administração estadual. Também decidimos que no dia 4 de março vamos apresentar a pauta de reivindicações no Gabinete Civil do Governo do Estado. A próxima assembleia foi agendada para o dia 26 de março. Na oportunidade, nós iremos discutir um indicativo de greve", destaca o coordenador do Sinte/RN.
Ainda segundo Rômulo Arnaud, o governo não vem dialogando com o sindicato. "Tudo o que nós ficamos sabendo é através da imprensa. Um exemplo é o reajuste do piso dos professores que eles disseram que vão pagar agora em fevereiro retroativo a janeiro. No entanto, nada nos foi repassado. O governo vem fazendo uma política de isolamento do sindicato porque não nos recebe. Desde o ano passado, estamos tentando marcar uma audiência e nada. O sindicato representa a categoria e precisa ser recebido para dialogar", comenta.
fonte: O Mossoroense

Leia mais...

Uma em cada cinco vítimas do trânsito atendidas pelo SUS estava sob efeito de álcool


Levantamento do Ministério da Saúde divulgado ontem (19) mostra que uma em cada cinco vítimas de acidente de trânsito atendidas nos prontos-socorros do país estava sob efeito de bebida alcoólica. A pesquisa, cujos dados são referentes a 2011, aponta ainda que as pessoas alcoolizadas estão mais sujeitas a hospitalização e a morte em decorrência do acidente.
O estudo também concluiu que 49% das vítimas de agressões haviam consumido álcool quando foram agredidas. Para o ministério, isso mostra que a ingestão de álcool não está relacionada só ao agressor As principais vítimas são homens com idade entre 20 e 39 anos. O Ministro da Saúde, Alexandre Padilha, acentuou que 58,3% das vítimas de violência do Distrito Federal haviam consumido álcool, a maior proporção do país.
Segundo o levantamento, 22,3% dos condutores, 21,4% dos pedestres e 17,7% dos passageiros envolvidos em acidentes tinham sinais de embriaguez ou confirmaram o consumo de álcool. As maiores vítimas de acidentes também estão entre 20 e 39 anos de idade.
A pesquisa também mostra que 54% dos homens que sofreram violência e 24,9% dos que sofreram acidente de trânsito estavam alcoolizados, enquanto entre as mulheres os números foram, respectivamente, 31,5% e 10,2%
Padilha acentuou que  40% das vítimas de acidente de trânsito e 28% das vítimas de violência têm de 9 a 11 anos de escolaridade. “A imagem de que a vítima de violência associada ao álcool é algo presente apenas em população de baixa renda e com baixa escolaridade não se sustenta com esses dados”, disse.
Para o ministro, o resultado traz informações novas sobre as consequências que as mortes associadas ao álcool trazem ao país. “Estamos perdendo vítimas não só em uma faixa extremamente produtivas, mas também com grau de instrução extremamente qualificado”, explicou.
O estudo, que faz parte do Sistema Vigilância de Violências e Acidentes (Viva) do Ministério da Saúde, foi feito em 71 hospitais públicos de urgência e emergência em 2011 e mostra que o consumo de álcool tem forte impacto nos atendimentos de urgência e emergência do Sistema Único de Saúde (SUS). A pesquisa ouviu 47 mil pessoas em todas as capitais e no Distrito Federal.
De acordo com o ministro da Saúde, em 2011 foram investidos R$ 200 milhões na internação de vítimas de acidentes de trânsito, “sem contar com reabilitação e com segunda cirurgia, muito frequentes em vítimas de acidentes”.
fonte: Agência Brasil

Leia mais...

Com ampliação do Brasil sem Miséria, 2,5 milhões de pessoas vão receber complemento de renda


Com a ampliação do Programa Brasil sem Miséria, anunciada ontem (19) pelo governo federal, cerca de 2,5 milhões de pessoas cadastradas no Bolsa Família vão receber complemento para ultrapassar a renda de R$ 70 por pessoa, considerado o patamar que supera a linha da extrema pobreza. A partir de março, quando passarão a receber o benefício, nenhuma família cadastrada estará abaixo dessa linha.
Com a ação, o governo considera que terá retirado da miséria cerca de 22 milhões de pessoas desde 2011. Segundo o Ministério do Desenvolvimento Social, esse incremento custará aproximadamente R$ 770 milhões este ano, elevando o orçamento do Bolsa Família em 2013 para R$ 24 bilhões.
Apesar de eliminar a pobreza extrema das famílias cadastradas, o ministério estima que aproximadamente 700 mil famílias estejam nessa condição e precisem ser localizadas. A presidenta Dilma reforçou, nos discursos que fez este ano, a importância da colaboração dos prefeitos para encontrar essas famílias e cadastrá-las no Bolsa Família para que também deixem a situação de miséria até 2014.
Na comemoração do Dia das Mães de 2012, a presidenta Dilma Rousseff lançou o Programa Brasil Carinhoso, que complementou a renda das famílias com filhos até 6 anos de idade. No fim do ano, o benefício foi estendido para aquelas com filhos até 15 anos, fazendo com que 16,4 milhões de pessoas ultrapassassem o patamar de R$ 70 mensais. Antes, em 2011, 3,1 milhões de pessoas já tinham alcançado essa renda com o reajuste feito nos repasses do Bolsa Família.
Para o governo, o cadastro, além de ser uma forma de transferir renda, serve para mapear as necessidades das populações mais carentes a fim de orientar a expansão de serviços públicos, incluindo a educação pública. As escolas com mais de 50% dos alunos em famílias cadastradas terão prioridade no programa de educação integral.
fonte: Agência Brasil

Leia mais...

terça-feira, 19 de fevereiro de 2013

Final de semana de Chuvas em 52 municípios do Estado

Click na imagem para ampliar

O final de semana foi de chuva em Mossoró e em todo o Estado. Segundo os dados da Empresa de Pesquisa Agropecuária do Rio Grande do Norte (Emparn), das 7h da última sexta-feira, 15, às 7h do domingo, choveu 16,5 milímetros. O município do Estado que registrou o maior volume de chuvas foi o de Serrinha dos Pintos, com 155 milímetros, quase o volume total de chuvas de Mossoró, durante todo o ano de 2012, quando choveu 198,9 milímetros.
Em Luís Gomes, município que registra um colapso no sistema de abastecimento de água desde 2011, choveu 150 milímetros. Em Martins, foram registrados 112,5 milímetros. O outro município que choveu mais de 100 milímetros foi Parnamirim, com 105 milímetros.
As chuvas do final de semana foram causadas pela Zona de Convergência Intertropical (ZCIT), responsável pela maioria das chuvas na região. O meteorologista da Emparn, Gilmar Bristot, explica que há um indicativo de que o período chuvoso pode ser melhor do que o previsto anteriormente. "As águas do Atlântico Sul esquentaram, e a quantidade de ventos diminuiu na região. Então isso indica que a previsão pode mudar", esclarece.
A previsão elaborada pelos meteorologistas do norte da Região Nordeste era de que o período chuvoso ficasse na média ou abaixo da média na região. No entanto, a previsão não tinha um índice de confiabilidade muito alto porque os oceanos estavam neutros.
Nas próximas quinta e sexta-feira, os meteorologistas voltam a se reunir para realizar uma análise das condições oceânicas-atmosféricas e a previsão de chuvas para o trimestre março, abril e maio de 2013. Na ocasião, a previsão anterior será atualizada de acordo com os novos dados colhidos pelos profissionais.
A previsão para esta semana também é de chuvas. "Há muita umidade no Estado e vários pontos com ocorrência de chuvas. Esse comportamento deve continuar pela semana. Isso quer dizer que pode chover em alguns dias e em outros não. Mas elas devem acontecer, principalmente no período da tarde. No Alto Oeste, em virtude das temperaturas altas e o relevo, as chuvas devem vir acompanhadas de trovoadas", afirma o meteorologista.
fonte: O Mossoroense

Leia mais...

TST decide que gravidez ocorrida durante aviso prévio garante estabilidade provisória no emprego


O Tribunal Superior do Trabalho (TST) decidiu, no início deste mês, que a gravidez ocorrida no período de aviso prévio, ainda que indenizado, garante à trabalhadora a estabilidade provisória no emprego. A decisão unânime da Terceira Turma do TST dá à gestante o direito ao pagamento dos salários e da indenização.
Em processo analisado na Corte, uma trabalhadora que ficou grávida no período do aviso prévio conseguiu o direito de receber os salários e demais direitos correspondentes ao período da garantia provisória de emprego assegurada à gestante. A Terceira Turma deu provimento ao seu recurso e reformou as decisões das instâncias anteriores.
De acordo com a Constituição Federal, o período de garantia provisória de emprego assegurada às mulheres grávidas é cinco meses após o parto.
Após duas decisões negativas na Justiça, a trabalhadora recorreu ao TST. O relator do processo, ministro Maurício Godinho Delgado, destacou que a data de saída a ser anotada na Carteira de Trabalho deve corresponder à do término do prazo do aviso prévio, ainda que indenizado e entendeu que a estabilidade estava configurada. Entretanto, apesar da decisão favorável à gestante, não foi assegurada a reintegração ao trabalho.
O voto do ministro relator foi acompanhado pelos demais ministros da Terceira Turma. A empresa ainda pode recorrer da decisão do TST.
fonte: Agência Brasil

Leia mais...

segunda-feira, 18 de fevereiro de 2013

Aliança entre PMDB e DEM está nas mãos do presidente da Câmara, Henrique Alves


Está nas mãos do deputado federal Henrique Alves, presidente da Câmara dos Deputados, o destino da aliança entre PMDB e DEM no Rio Grande do Norte.
Ao ser procurado pela governadora Rosalba Ciarlini (DEM) para tratar da aliança, o ministro Garibaldi Filho (PMDB) sugeriu que ela fosse tratar do assunto com Henrique. Seria ele quem daria a palavra final.
O deputado está desde o dia 7 de fevereiro na cidade de Orlando nos EUA. A chegada dele está prevista para hoje. Antes de embarcar, o presidente da Câmara dos Deputados deu uma entrevista à Tribuna do Norte em que voltou a fazer durar críticas à governadora. Disse que a administração é centralizadora e falta diálogo.
Ele disse também que a questão não é apenas cargos, mas a forma como esses cargos serão exercidos pelos indicados do partido.
Nos bastidores da política emergem muitas versões. A primeira delas é que o PMDB ameaça romper porque quer cargos. A vaga em questão seria a rica Secretaria Estadual de Recursos Hídricos e Meio Ambiente. A reformulação não seria traumática porque quem está no cargo é um fiel aliado de Rosalba: Gilberto Jales. Ele já estaria encaminhado para assumir a Agricultura, que está sem titular desde novembro quando Betinho Rosado (DEM) voltou a ser deputado federal.
O PMDB quer indicar o ex-deputado estadual Elias Fernandes. O nome dele não seria bem aceito pela governadora por dois motivos: ele saiu do comando do Departamento Nacional de Obras Contra as Secas (Dnocs) por conta de denúncias de desvio de recursos e é o principal adversário do líder do governo na Assembleia Legislativa, Getúlio Rego (DEM). Há quem interprete a indicação como uma tentativa de inviabilizar as relações entre PMDB e DEM.
Fala-se também nas pressões do Palácio do Planalto para que o PMDB potiguar se afaste do governo. O argumento é de que não há como aceitar um ministro e um presidente da Câmara aliado fazendo parte de uma gestão demista.
O PMDB local também estaria disposto a lançar um candidato ao governo. A legenda não administra o Estado desde 2002 quando Garibaldi renunciou para disputar o Senado. Pesquisas indicam que pela força eleitoral do ministro, ele dificilmente não seria eleito.
fonte: O Mossoroense

Leia mais...

Pronatec abre inscrições para cursos gratuitos de formação profissional


Estão abertas, a partir de hoje (18), as inscrições para cursos gratuitos de formação profissional oferecidos pelo Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec). A inscrição é feita no site do programa.
Os cursos são ministrados pelos institutos federais de Educação, Ciência e Tecnologia, centros federais de Educação Tecnológica e entidades do Sistema S (serviços nacionais de aprendizagem). Os interessados podem conferir a lista dos cursos ofertados  na internet.
Caso não encontre a vaga pretendida no momento da inscrição, o candidato pode indicar até três cursos de interesse. Quando houver vaga disponível em algum deles, será notificado por e-mail para fazer a inscrição, também pela internet. Ao confirmar a inscrição, o estudante terá dois dias úteis para comparecer à unidade de ensino e confirmar a matrícula. Neste ano, estão previstos 2,3 milhões de vagas em 724.539 cursos técnicos e 1.565.682 vagas em cursos de formação inicial e continuada.
Podem se inscrever trabalhadores, inclusive agricultores familiares, silvicultores, aquicultores, extrativistas e pescadores; povos indígenas; comunidades quilombolas; adolescentes e jovens em cumprimento de medidas socioeducativas; desempregados; pessoas com deficiência; pessoas que recebem benefícios dos programas federais de transferência de renda ou que estejam cadastradas no CadÚnico; praças do Exército e da Aeronáutica com baixa do Serviço Militar ou atiradores; estudantes matriculados no ensino médio em escolas públicas, inclusive na Educação de Jovens e Adultos (EJA).
Um acordo firmado entre os ministérios da Educação (MEC) e da Justiça destinará este ano cerca de 35 mil vagas, com a possibilidade de chegar a 42 mil, a pessoas que cumprem pena de privação de liberdade. A prioridade será para aqueles que cumprem regime semiaberto. Esses alunos serão integrados a turmas formadas também por quem não cumpre pena de restrição de liberdade.
O Pronatec foi criado pelo governo federal em 2011, com o objetivo de ampliar a oferta de cursos de educação profissional e tecnológica. Segundo o MEC, desde a criação, o programa atendeu a 2,5 milhões de brasileiros. Até 2014, a meta é oferecer cursos técnicos e de formação inicial e continuada a 8 milhões de estudantes e trabalhadores.
fonte: Agência Brasil

Leia mais...

Software brasileiro aprimora planejamento de segurança em locais de grande aglomeração


Com eventos que vão reunir grandes multidões previstos para ocorrer no Brasil nos próximos anos, como a Copa do Mundo e as Olimpíadas, cresce a preocupação com a segurança nos ambientes de grande aglomeração. Para aprimorar o planejamento nesses locais, pesquisadores brasileiros desenvolveram umsoftware que leva em conta os diferentes perfis do público para mapear a velocidade com que as pessoas se deslocam, o tempo gasto para esvaziar o ambiente e os pontos de maior concentração em situações de normalidade e de emergência.
software, chamado CrowdSim, reproduz virtualmente o local onde ocorre o evento com a localização de portas, banheiros, lanchonetes e faz as previsões sobre o tempo de descolamento, além da porcentagem de pessoas que ao término de um espetáculo artístico ou jogo se dirige para a saída, a parcela que passa antes em banheiros ou mesmo não se desloca imediatamente. As simulações são feitas levando em consideração o comportamento do público, que será diferente se for um show de rock, um evento infantil ou esportivo.
Todo o mapeamento serve para simular diversos cenários e elaborar o planejamento para diferentes situações, entre elas, tumultos e urgência em esvaziar o ambiente. Também serve para planejar alterações para dar mais conforto ao público e pode ser usado tanto em ambientes fechados quanto abertos, como praças.
O CrowdSim foi desenvolvido pela equipe de pesquisadores do Laboratório de Simulação de Humanos Virtuais da faculdade de informática da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUC-RS). A coordenadora do projeto, Soraia Raupp, explica que a ideia é usar a simulação virtual do ambiente para exibir vídeos ao público com orientações como e onde está a saída, o banheiro, a lanchonete e o serviço médico mais próximos de cada setor e o que fazer em caso de incidentes.
“Pode se usar o software antes de construir o ambiente, enquanto ele existe só em planta para orientar a construção. Depois do ambiente construído, para planejamento, para treinamento do setor de segurança e, depois, para alertar à população”, explica Soraia Raupp.
A primeira simulação do software foi feita no Estádio Olímpico João Havelange, conhecido como Engenhão, no Rio de Janeiro, à medida que o produto era desenvolvido. O software ainda não está à venda, pois deve passar por aprimoramento, mas a expectativa, de acordo com a coordenadora do projeto, é que custe até dez vezes menos que similares importados.
software levou cerca de um ano e meio para ser desenvolvido e teve financiamento da Financiadora de Estudos e Projetos (Finep), vinculada ao Ministério de Ciência e Tecnologia.
fonte: Agência Brasil

Leia mais...

sexta-feira, 15 de fevereiro de 2013

Cidades do RN terão revisão biométrica


A Corregedora-Geral da Justiça Eleitoral, ministra Nancy Andrighi, aprovou a realização de revisão biométrica em Natal, Mossoró e mais 38 municípios.
Além das duas maiores cidades do Rio Grande do Norte, também receberão o benefício Água Nova, Almino Afonso, Areia Branca, Assú, Baraúna, Barcelona, Brejinho, Carnaubais, Ceará-Mirim, Encanto, Equador, Extremoz, Francisco Dantas, Frutuoso Gomes, Governador Dix-sept Rosado, Grossos, Ipanguaçu, Itajá, Lagoa de Velhos, Lagoa Salgada, Lucrécia, Maxaranguape, Monte Alegre, Parelhas, Pau dos Ferros, Porto do Mangue, Pureza, Rafael Fernandes, Rafael Godeiro, Riacho de Santana, Rio do Fogo, Ruy Barbosa, Santana do Seridó, São Francisco do Oeste, São Tomé, Serra do Mel, Tibau e Vera Cruz.
A revisão, que acontecerá nos anos de 2013 e 2014 e contemplará cerca de um milhão de eleitores, será obrigatória para todos aqueles inscritos nas localidades mencionadas e para os que quiserem nelas votar, ressalvada a comprovação do domicílio eleitoral.
Oportunamente, os prefeitos dos municípios envolvidos na revisão serão chamados ao Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Norte (TRE/ RN)para apresentação do projeto e da logística para sua consecução.
nota do blog: Mais uma vez Marcelino Vieira foi esquecida e ficará sem esse benefício, será que essa cidade existe mesmo?
fonte: O Mossoroense

Leia mais...

Advogada é espancada e morta em motel do interior por policial militar


A advogada Vanessa Ricarda de Medeiros, 37, foi assassinada em um motel, pelo namorado, na madrugada de ontem, nas proximidades do município de Santo Antônio. Ela foi espancada até a morte pelo policial militar Gleyson Alex Araújo Galvão, com quem mantinha relacionamento amoroso.
Segundo a Polícia Militar, o crime foi descoberto por volta da 1h30, quando um funcionário do motel chamou a polícia após ter ouvido a vítima sendo espancada em um dos quartos.
O agressor foi detido pouco tempo depois pela PM e apresentava um comportamento estranho. O proprietário do motel contou à polícia que o acusado havia tentado cavar um buraco, supostamente para enterrar a vítima.
Motivos
Gleyson confessou que cometeu o crime porque a namorada teve uma crise de ciúmes e o agrediu. Ainda em depoimento, o policial contou que recentemente eles haviam terminado o namoro de três anos e na noite que antecedeu ao crime, a advogada o procurou para reatarem o relacionamento, que acabou acontecendo, motivo que levou os dois ao motel.

No entanto, nas investigações preliminares, a polícia acredita que uma terceira pessoa tenha estado na cena do crime. Um homem chegou a ir ao motel com o casal e Gleyson tentou forçá-lo a manter relações sexuais com Vanessa, que se negou e por isso começou a pancadaria dentro do quarto. O homem teria fugido enquanto a advogada era espancada.
Após a sessão de espancamento, Vanessa chegou a ser socorrida pelo Samu, que a levou ao hospital de Goianinha, onde já chegou morta. 
Gleyson foi encaminhado ao Batalhão da Polícia Militar de Nova Cruz.

fonte: O Mossoroense

Leia mais...

Ano letivo começa com o pacto pela alfabetização até os 8 anos de idade em 89,9% do país


O ano letivo começou ontem (14) em grande parte das escolas públicas do país. Junto com as aulas, tem início também o Pacto Nacional pela Alfabetização na Idade Certa (Pnaic). Ao todo, 4.997 municípios dos 26 estados mais o Distrito Federal concluíram o processo de adesão ao pacto até dezembro de 2012, o que representa 89,8% dos municípios do país. Outros 328 aderiram parcialmente, não concluíram o processo de adesão ou não se manifestaram. Apenas oito optaram por não firmar o acordo que tem como objetivo assegurar que todas as crianças estejam alfabetizadas até os 8 anos de idade, ao final do 3º ano do ensino fundamental.
Para que o Pnaic seja implementado, desde o anúncio do pacto, em novembro do ano passado, o Ministério da Educação (MEC) trabalha na formação de uma rede que envolve estados, municípios, universidades e escolas na capacitação, ensino e avaliação da fase que compreende o ciclo da alfabetização: 1º, 2º e 3º anos da educação básica.
Um total de 37 universidades públicas é responsável pela formação dos orientadores de estudo que por sua vez serão responsáveis pela capacitação dos professores alfabetizadores. De acordo com o calendário proposto pelo MEC, a formação dos orientadores acontece desde dezembro do ano passado em alguns estados. Até março a primeira etapa da formação - 40 horas do total de 400 horas, 200 por ano até 2014 - será concluída e será a vez dos professores receberem as aulas - com carga horária de 120 horas por ano.
"O Pnaic é um projeto nacional firmado com todos os entes federativos. Cada um tem uma responsabilidade grande para que o processo de alfabetização seja bem sucedido. Com o plano, haverá um diálogo nacional. Ao mesmo tempo é importante que saibamos guardar as especificidades de cada localidade e que os professores possam criam em cima do material disponível", diz Regina Aparecida Marques de Souza, coordenadora do Grupo de Estudos em Letramento em Educação da Infância e do programa na Universidade Federal do Mato Grosso do Sul (UFMS).
A UFMS programou a formação dos orientadores para o período de 4 a 8 de março. São esperados 245 professores formadores que partirão para os municípios a fim de capacitar os 5.238 professores alfabetizadores da rede pública do estado. Assim como a UFMS, outras nove universidades com as quais a Agência Brasil entrou em contato estão otimistas com o pacto.
O material para a capacitação, desenvolvido pela Universidade de Pernambuco (UFPE) com a colaboração de 11 instituições de ensino superior foi elogiado pelos coordenadores do pacto. O material, no entanto está disponível apenas na versão digital. "O material só foi liberado na versão final no início de janeiro de 2013. Muito tarde para conseguir cópias impressas para as primeiras formações", diz o coordenador-geral do Pnaic na Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB), Jaylson Teixeira. Na universidade, a formação dos primeiros 442 orientadores vai do dia 18 ao dia 22 de fevereiro. Eles serão responsável pela formação dos docentes de 155 municípios.
A Universidade Federal de Sergipe (UFS) tomou a iniciativa de complementar o material com slides e vídeos, para facilitar a absorção do conteúdo. A primeira etapa do curso de capacitação já foi realizada pela universidade do dia 28 ao dia 30 de janeiro e nos dias 5 e 6 de fevereiro, totalizando as 40 horas previstas. Para o professor e líder do Grupo de Estudo e Pesquisa em Alfabetização, Discurso e Aprendizagens (Geadas) da UFS, José Reicardo Carvalho, "a capacitação ainda está no início, estamos observando".
De acordo com o Censo Escolar de 2011 do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), no qual se baseia o planejamento do Pnaic, há cerca de 380 mil docentes lecionando do 1º ao 3º anos do ensino fundamental, que devem ser capacitados e receber um material desenvolvido para auxiliar no planejamento das aulas. Para cada grupo de 25 professores está previsto um orientador. O MEC estima que serão cerca de 18 mil orientadores.

O Pacto receberá investimento de R$ 3,3 bilhões em dois anos. Para incentivar a participação dos profissionais serão oferecidas bolsas de R$ 200 mensais para o professor alfabetizador; R$ 765 para o orientador de estudo; R$ 765 para o coordenador das ações do pacto nos estados, Distrito Federal e municípios; R$ 1.100 para o formador da instituição de ensino superior; R$ 1.200 para o supervisor da instituição de ensino superior; R$ 1.400 para o coordenador adjunto da instituição de ensino superior; e R$ 2.000 para o coordenador-geral da instituição de ensino superior.
Segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), entre 2000 e 2010, a taxa de analfabetismo no Brasil, até os 8 anos de idade, caiu 28,2%, com variações entre os estados da federação, e alcançou, na média nacional, uma taxa de alfabetização de 84,8% das crianças. Entre as regiões, existe uma diferença na taxa de analfabetismo, a maior está no Nordeste, 25,4%, seguido do Norte, 27,3%, Centro-Oeste, 9%, Sudeste, 7,8% e Sul, 5,6%. O estado com a maior taxa de analfabetismo é Alagoas, 35%, e o com a menor é o Paraná, com 4,9%.
fonte: Agência Brasil

Leia mais...

quinta-feira, 14 de fevereiro de 2013

Comperve informa que Medicina é o curso mais concorrido da Uern com 143 candidatos por vaga


A Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (Uern), através da Comissão Permanente do Vestibular (Comperve), antecipou a divulgação da concorrência do Processo Seletivo Vocacionado  (PSV 2013). A previsão inicial da divulgação da concorrência era para amanhã, 15.
Como nos anos anteriores, o curso de Medicina é o mais concorrido. Com 1.862 candidatos inscritos, o curso lidera a concorrência geral com 143,23 candidatos por vaga. Na segunda colocação está o curso de Direito (2º semestre) do Campus de Natal, com 47,05 candidatos por vaga. Em terceiro lugar está Odontologia, do Campus de Caicó, com 42 candidatos por vaga.
Já entre os cotistas, Medicina também lidera a concorrência com 31,3 candidatos por vaga. Na segunda posição está Odontologia, do Campus de Caicó, com 20,9 candidatos pleiteando uma vaga e, em terceiro, está o curso de Serviço Social, com 18,39 candidatos por vaga.
Recém-criado, o curso de Ciência e Tecnologia teve 402 inscritos, sendo o segundo mais concorrido do Campus de Natal. Na concorrência geral são 16,08 candidatos disputando uma vaga e entre os cotistas essa concorrência cai para 7,68.
Conforme o coordenador da Comperve, o professor Egberto Mesquita, amanhã, 15, será disponibilizada a lista com a relação dos candidatos beneficiados com o Sistema de Cotas e a respectiva escola onde o candidato concluiu o ensino médio. Ele destaca que a lista tem como objetivo fazer com que qualquer pessoa possa verificar as informações cedidas pelos candidatos. Caso haja divergência, as pessoas poderão identificar e denunciar à Comperve.
A partir do dia 19 deste mês a Comperve irá liberar os cartões de identificação dos candidatos, que contêm os dados pessoais e o local de prova. O candidato deve colar uma foto 3x4 no cartão, foto recente datada a partir de 2010.
Neste ano, serão ofertadas 2.602 vagas nos cursos de graduação da Uern. As provas do PSVserão realizadas nos dias 3 e 4 de março, simultaneamente, nos municípios de Mossoró, Assu, Pau dos Ferros, Patu, Natal e Caicó.
fonte: O Mossoroense

Leia mais...

Estudantes selecionados na segunda chamada do ProUni têm até a próxima semana para fazer matrícula


Os estudantes pré-selecionados na segunda chamada do Programa Universidade para Todos (ProUni) tem até a próxima terça-feira (19) para providenciar a matrícula nas instituições de ensino. Para garantir a bolsa, os estudantes devem entregar os documentos que comprovem as informações prestadas na ficha de inscrição.
No site do programa estão detalhados os procedimentos necessários para obter a bolsa de estudos. Além de documentos pessoais, o candidato deve apresentar comprovantes de residência, de rendimentos, de conclusão do ensino médio, entre outros.
Os candidatos não selecionados na segunda chamada podem pedir, nos próximos dias 24 e 25, a inclusão do nome na lista de espera do programa. A primeira convocação da lista de espera será divulgada no dia 28 de fevereiro.
O ProUni concede bolsas de estudo integrais e parciais em instituições privadas de educação superior para cursos de graduação e sequenciais de formação específica. Para o primeiro semestre deste ano foram oferecidas 162.329 bolsas. O balanço final do programa registrou 1.032.873 inscritos.
Tem direito à bolsa integral o candidato com renda familiar per capita até um salário mínimo e meio (R$ 1.017). Para as bolsas parciais (50% da mensalidade), a renda familiar deve ser até três salários mínimos (R$ 2.034) por pessoa.
fonte: Agência Brasil

Leia mais...

terça-feira, 12 de fevereiro de 2013

Universitário é morto a facadas em Martins e PM prende o suspeito


O universitário Ronaldo Oliveira da Silva, de 28 anos, foi morto a facadas na madrugada desta segunda-feira no Centro da cidade de Martins, região Serrana do Oeste do RN.
O comandante do destacamento militar de Martins, sargento Azevedo, contou que por volta de meia noite duas pessoas se envolveram numa briga.
O universitário procurou apaziguar o conflito. Entretanto, um não gostou. O desocupado Domingos Cosmo da Silva, de18 anos, armado de faca, atacou Ronaldo na rua.
O crime aconteceu na calçada do supermercado Bonerjão, localizado à Rua Desembargador Silvério, no Centro de Martins, uma das cidades mais tranqüilas do Oeste do RN.
Ronaldo (foto à direita) sofreu duas facadas: uma na altura do coração e outra no abdômen. Foi levado para o Hospital Municipal Dr. Manoel Villaça, mas não resistiu.
Na mesma noite, o sargento Azevedo conta que a PM saiu em diligência, mas não conseguiu alcançar o suspeito, que fugiu entrando no mato.
Ao meio dia desta segunda-feira (11), a Polícia Militar de Martins e Umarizal receberam informações de que Domingos estava escondido em Portalegre.
Os PMs Gilenilson e Gutemberg foram acionados para checar a informação e confirmaram, prendendo Domingos numa residência no bairro Carrapicho.
O suspeito foi autuado em flagrante por homicídio.
Ronaldo Oliveira residia no bairro Lagoa Nova, em Martins, e cursava o oitavo período de Contabilidade  no Campus da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte na cidade de Patu, onde tinha muitos amigos.
O corpo de Ronaldo, após ser examinado no Instituto Técnico-científico de Policia (ITEP), em Mossoró, foi liberado para sepultamento, que aconteceu na tarde desta segunda-feira, no bairro Lagoa Nova, em Martins, com a presença de professores, alunos, familiares e amigos.
fonte: O mossoroense com Umarizal news

Leia mais...

19 Anos no AR


Rádio Vitória FM esta completando 19 anos de história. É uma vida contada e cantada. Parabéns a todos os integrantes da Associação Comunitária Vieirense.

Levino Lacerda - Presidente

  ©Rádio Vitória FM 104,9Mhz - Marcelino Vieira-RN - Todos os direitos reservados.

| Topo